Informações gerais
  Versión en español  

Informações gerais

Quito, 20, 21, 22 e 23 de junho de 2018

Os grupos de pesquisa "Intertextos entre Direito e Literatura" e "Liberdade de Expressão" da Faculdade de Jurisprudência da Universidade de São Francisco de Quito, com o apoio do Instituto de Pesquisa Jurídica; da Secretaria de Estado da Cooperação Internacional e da Ibero-América e do Caribe; da Faculdade de Filologia Espanhola da Universidade Autônoma de Barcelona; da Cadeira aberta de Direito e Literatura da Universidade Autônoma de Málaga; do Curso Aberto sobre Direitos Humanos e Arte do Programa Andino de Direitos Humanos, Universidad Andina Simón Bolívar; da Rede Internacional de Pesquisa em Literatura e Direitos Humanos; da Rede Brasileira de Direito e Literatura; e Freedom House, convidam o Congresso Internacional "Liberdade de expressão: diálogos e reflexões da lei e da literatura", que se realizará nos dias 20, 21, 22 e 23 de junho de 2018, em Quito, Equador. O congresso procura articular uma plataforma latino-americana aberta e heterogênea em que academias / as / xs e estudantes de diferentes disciplinas (direito, literatura, estudos culturais, sociologia, história, jornalismo, etc.) e da região e de outras latitudes, se reúnem para trocar idéias em torno da liberdade de expressão, do vínculo entre lei e uma ampla concepção da literatura, incluindo estudos artísticos e culturais.

Convidamo-lo a enviar documentos ou propostas individuais para mesas em espanhol e português em torno dos seguintes tópicos, sem que estes sejam exclusivos de outras propostas relacionadas:

• Literatura como instrumento de denúncia e protesto contra a censura. • Violações da liberdade de expressão nas ditaduras e democracias latino-americanas através da literatura, do teatro e do cinema. • Direitos autorais como fundamentos da liberdade de expressão. • A intelligentsia latino-americana: denúncias e silêncios em relação a violações do estado da liberdade de expressão. • Resistência feminista: sobre a liberdade de expressão das mulheres no cânon cultural patriarcal. • Cibercultura, ciber-literatura e liberdade de expressão. • Censura e legislação: efeitos sobre literatura e arte. • Literatura nos tribunais: livros e autorizações levadas ao estande. • O processo e o teatro: violações da liberdade de expressão no palco. • Perseguição e exílio: respostas limitadas à falta de liberdade de expressão • Mercados editoriais e prêmios literários: manipulações da liberdade de expressão? Ideologias vs. liberdade de expressão na redação latino-americana. • Memória histórica e compensação legal através de textos literários e culturais. • Teatro e denúncia política: resistência e liberdade de expressão. • Revistas literárias e sua defesa na liberdade de expressão. • Expressões de corpos silenciados: dissidência sexual (LGTBI e queer) na literatura e no art. • Oraliteraturas e outras textualidades ancestrales: formas de expressão de povos / sujeitos indígenas / afro-indígenas. • Paraliterar (letras, jornais, etc.) e gêneros jornalísticos: sua importância na defesa da liberdade de expressão. • Literatura no Sistema Interamericano de Direitos Humanos- • A Guerra Fria eo impacto cultural na liberdade de expressão na América Latina. • Deficiências, diversidade funcional e novas formas de exercer liberdade de expressão. • Liberdade de expressão em manifestações artísticas, musicais e cinematográficas. • Literatura e bioética: formas de pensar sobre a livre expressão do corpo.